domingo, 11 de outubro de 2009

Dividir e conquistar?

Depois de uma pausa chegou a hora de reflertimos mais uma vez!
Estamos chegando naquele momento de decisão, teremos que optar por partidos, pessoas, planos de governo que estejam de acordo com o que achamos certo para o nosso país, mas será que todos avaliam esses ccritérios antes de decididir? Mas calma que não é essa a nossa discussão.

Para que possamos contextualizar nossa conversa, no Brasil temos 27 partidos registrados e aptos a indicarem candidatos as eleições (TSE 14/11/2007), mas se fomos contar com os que estão em processo de registro, o número chega a 55 partidos!

Será que precisamos de tanto assim?
O que é um partido... do ponto de vista jurídico:

Organização de direito privado que, no sentido moderno da palavra, pode ser definido como uma "união voluntária de cidadãos com afinidades ideológicas e políticas, organizada e com disciplina, visando a disputa do poder político."


Afinidades ideológicas, pelos videos que temos visto por ai, acredito que essas uniões sejam dadas por outro tipo de afinidade!

Trago tudo isso para vocês para que pensemos se o sectarismo que muitas vezes é aplicado por certos partidos realmente traduza o que entendemos por Democracia.
Vamos além, avaliem comigo se hoje temos partes que formam um todo ou simplesmente partes soltas lutando entre si.

E essa divisão não acaba nos partidos, quando falamos de políticas publicas aplicadas pelos chefes do executivo, tudo é tratado em setores, mais e mais departamentos e assim vai.

Mas e como ficam temas como Direitos da Criança e do Adolescente e Juventude que perpassam a educação, o esporte, a saúde, a cultura etc.

Alarmo para um problema maior: o Ego. (sim, na maioria das vezes ele é gigante)

Analisando a realidade de Sorocaba por exemplo, podemos perceber que muitos secretários acabam não aplicando certos projetos com maestria porque a cooperação entre pastas é necessária, o que acaba não acontecendo por causa do problema já citado acima, não acredita?
Em um caso desses de projetos transversais... Quem faz o discurso? Quem cede entrevista? Quem assina?

Portanto temos duas situações postas aqui, o partidarismo que ao invés de proporcionar a pluralidade caminha para a situação onde cada um tentar impor sua "verdade ideológica" e o serviço público que em seu formato setorial de funcionar ainda não conseguiu entender a necessidade da intersetorialidade e transversalidade na hora da aplicação de políticas públicas eficazes e potentes.

E agora?

Que tal conversar sobre isso com alguém, prestar atenção em quem vota e ficar atento quanto aos serviços que lhe são oferecidos pelo governo e criticar seu funcionamento?

"Não sou dono da verdade tampouco do saber, mas enquanto posso expresso minha opinião"

12 Comentários:

Frontelle disse...

Concorda, discorda ? Comente!

Helena disse...

Tenho aprendido nas minhas aulas que esse assunto de política, voto e políticas públicas, vai muito mais além da simples concordância ou discordância do assunto.
Com relação aos partidos, realmente há uma realidade de partidos que servem apenas de faixada, pois não tem nada de concreto, de ideologias ou fundamentos. Em todo caso, é necessário que os partidos e a própria política em si, seja vista como algo mais próximos dos cidadãos para que os mesmo possam entende-los e reformulá-los de acordo com suas necessidades.
EDUCAÇÃO é a palavra-chave que vai transformar esse país, em todas as áreas. Tanto a ética do candidato eleito em seguir suas promessas, quanto da população em cobrar seus DIREITOS!!
Sim, com o estudo você passa a entender que qualquer ação tomada pelo governo tem de ser muito bem pensada, pois afeta muito mais setores do que se imagina, e de qualquer maneira alguma vai sair perdendo.
Política nada mais do que avaliar e estabelecer critérios para decidir qual é a prioridade, aproveitando sempre as janelas de oportunidade. Que no nosso caso temos duas janelas a frente que poderá nos ajudar muito: Copa do Mundo e Olímpidas!

Talvez não tenha dado a opinião que o querido colega gostaria, mas acho que consegui me expressar na medida do meu conhecimento da área!

Luciano, continue sempre com esse seu blog que está cada vez melhor, e não é puxa-saco não viu? É de verdade, de muito boa qualidade!

Saudades

Beijos
Helena Marcon

Frontelle disse...

Helena!!
A opinião que eu queria era que voce desse a SUA opinião!!
perfeito (:
Obg, sempre um prazer ter seus comentários por aqui
bjos!

Laíse Moura disse...

Sabe Lu, eu acho que o problema é todo cultural. O famoso jeitinho brasileiro, nessas horas nos fere, nos trai; já que o que acontece muitas vezes na politicagem nada mais é do que a corrupção de si mesmo, em prol do dinheiro, a cegueira, a ganância pelo mesmo.
O que nos resta não é constatar, e sim reparar os danos. O voto pode parecer pouco, mas tem realmente o PODER. Obrigar as pessoas que querem o mesmo, a serem coerentes, pois elas tem que trabalhar a nosso favor, que aliás também seria de grande vantagem para eles.

Post brilhante mais uma vez Lu. Continua assim, já disse q vc vai dominar o mundo! ;)

eduardo campos disse...

Luciano, continue sempre com esse seu blog que está cada vez melhor

Ta show de bola mesmo cara parabens

Bruno Belão disse...

Vamos começar lá atraz, bem lá atraz mesmo, onde só existia 2 partidos (Aliança Renovadora Nacional (ARENA) e o MDB), onde o povo que era destes partidos tinhao um ideal comum, com o tempo e com algumas mudanças nas leis puderam ser criado novos partidos, alguns que fazem a diferença (sendo de direita ou esquerda, dentro da sua ideia fez o que propos, sendo bom ou mal para o povo) e outros que estao só para encher linguissa, e ganhar dinheiro do governo (já que o mesmo repassa alguma "mixaria" para os partidos que existem). Mas mesmo assim todos os partidos tem um ideal, alguns parecidos com de outros, mas cada um lutando por aquilo que acredita, por isso existe hoje todos esses partidos (apesar de eu achar MUIIIITO exagerado essa quantidade).

Continuando, falaremos sobre EGO, pois por causa desse mal que assombra a humanidade desde que ela existe a milhares de anos atraz nao consegue-se terminar um otimo projeto que foi feito por otra pessoa, sitando como exemplo um projeto qualuqer que se iniciou com um governo de esquerda em uma cidade qualuqer, aonde no meio das obras (que estavao estipuladas em 5 anos) teve-se eleiçoes e entrou um governo de direita na cidade, este mesmo governo, por motivo de ego, nao continua a obra, fazendo assim a obra ficar abargada, e somente quando se volta o governo de esquerda se termina a obra. Tudo isso acontesse por causa do ego de um governo para com o otro, pois se nao existisse esse ego, muitas coisas estariam diferentes. Esse é só um exemplo dos varios e varios que vc pode achar pelo MUNDO afora.

Existe outras coisas que tem que ser comentadas aqui, pois como já foi falada pela camarada Helena, se educação ninguem evolui. Ao meu ver, a educação basica de antigamente era bem melhor que a de hoje, pois o povo tinha realmente o direito de aprender cidadania e ser um cidadao nato, pois foi o povo (juntamente com os estudantes, principalmente os da UNE, UBES, UEE-SP e UPES) que conseguiram a criação da PETROLEO BRASILEIRO (PETROBRAS), foi o povo que lutou pela nao privatizacao da mesma, foi o povo que conseguiu as grandes conquistas do brasil, mas este mesmo povo aprendia politica na escola, onde hoje mal se aprende a ler e escrever. Eu vejo que o governo vem tentando tirar aos poucos o direito de cidadania do povo, fazendo o povo ser ignorante, e podendo fazer o que eles bem entender sem que o povo tenha argumentos para retrucar. Por isso devemos nos unir, brigar por uma melhora significativa na educação basica e superior, brigar por um direito de cidadania melhor, brigar por tudo que o povo tem direito, mas para isso precisamos primeiramente aprender o porque escolher a dedo aquele que voce quer que te represente no governo, podendo assim ter alguem que realmente represente o povo, e nao os proprios bens.

Bom acho que se eu continuar irei levar pro lado que nao quero (partidario), entao pararei por aqui, mas depois desta biblia espero ter conseguido espressar minha opnião e que tenha tambem conseguido mudar o modo de pensar de algumas pessoas


É Luciano, tamo na luta, que venha as eleições e que o povo vote consientemente naquele que melhor o representa.

Abraco

pedro disse...

Infelizmente hoje no Brasil o que se vê é politicagem e não política.

A política é uma coisa linda que lamentavelmente eu só vejo em alguns grêmios estudantis e em alguns fóruns que freqüento.

O que me deixa mais triste é ver pessoas que lutaram contra a ditadura e a favor de um Brasil livre se deixar levar e se encostarem-se a cargos dentro de partidos.

Outro problema que vejo é que muitos que se julgam vossa excelência só aparecem em épocas de eleição.



Eu pergunto quantas cabeças de jovens vão ter que cair para que a verdadeira política aconteça



Luciano você é uma ótima pessoa que tem um espírito de cidadania fantástica



Sei que estou em faze de aprendizagem por isso se falei algo de errado pro favor comente sobre





Abraço



PS: parabéns pelo blog

Bruno Belão disse...

Pedro, não irei esperar o Luciano comentar seu comentario, e vou eu comentar sobre ele.

Pelo que eu vejo, no meu quase 1 ano de vida politica, a politica eh linda, e a politicagem eh o golpe que existe no nosso governo, exatamente como voce falou.

Continue nesse caminho, pois voce vera que o futuro nao pertence aos politicos de hoje, e sim aos politicos de amanha, que hoje sao jovens que lutam pelos seus direitos

abracos

cyntya disse...

oii!!To postando meu primeiro comentário!Na minha opinião a política poderia ser verdadeira se não tivesse pessoas que fazem da política uma brincadeira!temos que ter votar nos políticos que verdadeiramente merecem nosso voto!
abraços
Cintia

Frontelle disse...

Muito obrigado pelos comentários! (vamos continuar assim!!) Laíse,Eduardo, Bruno , Pedro e Cyntya...

Vocês tocaram em assunto e colocaram argumentos fantásticos, renderiam até mais um post!

Realmente, temos que nos utilizarmos melhor daquilo que, infelizmente, a maioria nem usa: o voto.

Com ele poderemos mudar o caminho que estamos indo.
Me respondam, pra que projeto de lei "Ficha Suja" se o povo tivesse a consciencia de votar apenas naqueles que demonstram ser idôneos e responsáveis.
Enquanto isso , vamos escrevendo e debatendo sobre!!

. disse...

Excelente cara!

Parabéns! Sempre quando vejo você lembro disso:
http://www.youtube.com/watch?v=C6IDWtOEnTw

Achei muito bom mesmo!

Abraço

Marcello Barbosa disse...

Concordo que hoje o número de partidos inscritos no TSE estrapolama a realidade, poxa 27 Partidos não representam as idéias do Povo Brasileiro... Pelo contrário, só a grana do Fundo Partidário que se destina a esses Partidos e a grana do horário gratuito eleitoral, já pode enlouquecer o eleitor... Defendo as Clausulas de barreira, ou seja Partido que não atinge o minimo de votos nacionalmente, deve deixar de receber qualquer verba governamental, sou até um pouco radical, tenho uma visão que deve-se limitar o Número de 11 Partidos, pois 11 Partidos consegue aglutinar todas as ideologias presentes em nosso país, desde a ultra direita, passando pelo centro e chegando na Extrema Esquerda... Infelizmente hoje se conta nos dedos os Partidos que têm um Projeto real para o País, e temos uma grande polarização entre o PT eo PSDB, Partidos de centro como o PMDB e Partidos nanicos que servem apenas como legendas de aluguel...

Donatelli (rsrsr), vc está de parabéns! Pelo Blog e pela sua atuação!

www.marcellobarbosa.blogspot.com
www.twitter.com/marcellobarbosa

Postar um comentário

Total de visualizações de página

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO